top of page

2024.06 - MUSEU GEOLÓGICO, Lisboa

exposição individual / solo exhibition


INAUGURAÇÃO / OPENING: 14.06.2024

ENCERRAMENTO / ENDING: 16.08.2023


Na folha de sala pode ler-se "O título desta exposição de desenho é uma apropriação do brilhante ensaio filosófico escrito em 1941 por Albert Camus, em que este recorre à lenda da mitologia grega como uma alegoria para ilustrar a sua ‘filosofia do absurdo’, ao comparar o eterno castigo de Sísifo à busca da humanidade por um significado da vida e, assim, concluir que, se não conseguirmos encontrar prazer no que é quotidiano, então estamos a fazer pouco mais do que esperar pela nossa morte enquanto a vida se esvai."


A exposição integra desenhos das séries 'Filitosa', 'Sítios do Risco', 'Cobras Pintadas' e 'O contorno a vontade e os limites' que produzi entre 2021 e 2024.


O Museu Geológico é, provavelmente, um dos Museus de Lisboa menos conhecidos do grande público. No entanto, é um espaço absolutamente extraordinário. Fundado em 1859, o seu acervo de milhares de exemplares de Paleontologia, Arqueologia e Mineralogia de elevado valor científico, a disposição das coleções, o seu mobiliário expositivo e a arquitetura interior refletem, em muito, a museologia do séc. XIX, de que já restam poucos exemplos na Europa, o que o faz ser considerado pelos especialistas como um “Museu dos Museus”. Num ambiente mágico que nos transporta no tempo e que se manteve assim, quase intocado…


Visitas guiadas (Museu + Exposição) com entrada gratuita nos dias:

  • 14 de Junho, às 15h00

  • 15 de Julho, às 15h00

  • 14 de Agosto, às 15h00


Marcações e mais informações através do telefone 213 463 915

 

MUSEU GEOLÓGICO

Rua da Academia das Ciências, Nº 19 – 2º / 1249-280 Lisboa

Aberto de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 18h00


Veja aqui o programa "Visita guiada" de Paula Moura Pinheiro



“The title of this drawing exhibition is an appropriation of the brilliant philosophical essay written in 1941 by Albert Camus, in which he uses the legend of Greek mythology as an allegory to illustrate his ‘philosophy of the absurd’, by comparing the eternal punishment of Sisyphus to humanity's search for a meaning in life and thus concluding that, if we can't find pleasure in what is everyday, then we are doing little more than waiting for our death while life fades away.”


The exhibition includes drawings from the 'Filitosa', 'Sítios do Risco', 'Cobras Pintadas' and 'O contorno a vontade e os limites' series, which I produced between 2021 and 2024.


The Geological Museum is probably one of the least known museums in Lisbon to the general public. However, it is an absolutely extraordinary space. Founded in 1859, its collection of thousands of Palaeontological, Archaeological and Mineralogical specimens of high scientific value, the layout of the collections, its exhibition furniture and interior architecture are all very reminiscent of 19th century museology, of which there are few examples left in Europe, which is why it is considered by experts to be a “Museum of Museums”. A magical environment that transports us back in time and which has remained almost untouched...



Com os meus agradecimentos ao LNEG, IP e ao MUSEU GEOLÓGICO

With thanks to LNEG, IP and the GEOLOGICAL MUSEUM


14 visualizações

Comments


bottom of page